Ciência

Homem sofre rara picada de abelha no olho — não foi nada bem

Homem sofre rara picada de abelha no olho (Foto: Reprodução)

Em um incidente que pode ser comparado a ser atingido por um raio, um homem de 55 anos em Filadélfia teve o infortúnio de ser picado por uma abelha diretamente no globo ocular, e a situação só piorou a partir daí.

O homem correu para o departamento de emergência, onde os médicos tentaram remover o ferrão do olho direito. Infelizmente, não conseguiram extrair tudo o que estava dentro do olho. Dois dias depois, ele foi ao Wills Eye Hospital com visão piorada e dor intensa no olho ferido.

Continua após o anúncio

Veja também: Meta surpreende com novos personagens de IA no Instagram

Sua visão havia se deteriorado tanto que ele só conseguia contar os dedos. O olho estava inchado, inflamado e cheio de sangue, que se acumulava na parte inferior da íris. Oftalmologistas detectaram um pequeno fragmento de ferrão ainda preso na fronteira entre a córnea e o branco do olho.

Continua após a publicidade
Homem sofre rara picada de abelha no olho (Foto: Reprodução)
Homem sofre rara picada de abelha no olho (Foto: Reprodução)

Estudos alertam sobre picada de abelha no olho

Em um relatório recente publicado no New England Journal of Medicine, os especialistas em oftalmologia Talia Shoshany e Zeba Syed recomendaram enfaticamente que, em casos de picada de abelha no olho, a pessoa deve consultar um oftalmologista.

Shoshany assegurou que picadas oculares de abelha são extremamente raras, sendo esta a primeira que ela viu em sua carreira. Apesar da raridade do incidente, a causa da picada permanece um mistério. O homem trabalhava em uma propriedade com colmeia, mas não lidava diretamente com os insetos.

“Ele relatou que estava apenas passando quando várias abelhas voaram em sua direção, e uma delas o picou no olho”, explicou Shoshany. Não está claro o que provocou as abelhas a atacarem, mas sabe-se que é necessário ter cuidado ao se aproximar de colmeias para que as abelhas não sejam atraídas.

Continua após a publicidade

Compartilhe:
Mostrar comentários (0)

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *