Bem-vindo!

Ao se registrar conosco, você poderá discutir, compartilhar e enviar mensagens privadas com outros membros de nossa comunidade.

Inscreva-se agora!
  • Olá, o tema escuro já está disponível no HT Fórum. Para usar, basta ir no final da página e clicar em (Fluent), em seguida selecione o (Fluent V2 Dark).

Rádio AM e FM no Ceará

Membro conhecido
Nov
1,325
2,573
O que pode também fazer diferença: a 91.1 FM de Paracuru (Bons Ventos FM), 100.5 FM (Ômega FM) e a 104.1 FM de Trairi que é do grupo do portal Ceará Agora.
 
Membro ativo
Sep
191
204
Falo da daqui de Pacajus-CE.
Já que fica na região metropolitana de Fortaleza, é bom ponto para sintonizar as rádios.

Agora falo da 89,3 e 96.3.
89.3 tem a SomZoomSat Aratuba aqui em Pacajus-CE ela tem um bom sinal e também a 96.3 é Lins FM de Baturité aqui também tem um bom sinal todas tem registro na Anatel. Talvez se alguma rádio de Fortaleza entrasse na mesma frequência talvez daria conflito...
Mas vamos vê no que vai dar...
 
Membro ativo
Sep
191
204

Rádio Câmara passará a funcionar em sinal digital e aberto no canal da TV Legislativa.​

Além de sua transmissão virtual como “rádio web”, a Rádio Câmara passará a contar com um canal na TV aberta digital, que irá funcionar na mesma faixa de frequência da TV Legislativa. Ocupando por exemplo o 7.5 em Fortaleza.

Mais detalhes no link:
 
Membro conhecido
Sep
1,212
1,058

Rádio Câmara passará a funcionar em sinal digital e aberto no canal da TV Legislativa.​

Além de sua transmissão virtual como “rádio web”, a Rádio Câmara passará a contar com um canal na TV aberta digital, que irá funcionar na mesma faixa de frequência da TV Legislativa. Ocupando por exemplo o 7.5 em Fortaleza.

Mais detalhes no link:
Uma pena que o Mux legislativo não pega bem em toda Fortaleza, pois aqui no bairro centro onde eu moro ela só funciona quando quer na hora que quer e só se consegue pegar seu sinal via antena coletiva de condomínio (em antenas digitais simples não rola).
Poderiam ao menos aumentar a potência do sinal porém a mesma já opera em potencia máxima permitida pela Anatel.
Segue em anexo uma conversa que eu tive no Instagram com a câmara municipal de Fortaleza (responsável pelo Mux legislativo)
 

Attachments

  • IMG_20210325_115858_399.jpg
    IMG_20210325_115858_399.jpg
    155.1 KB · Visualizações: 5
Membro ativo
Sep
191
204
Uma pena que o Mux legislativo não pega bem em toda Fortaleza, pois aqui no bairro centro onde eu moro ela só funciona quando quer na hora que quer e só se consegue pegar seu sinal via antena coletiva de condomínio (em antenas digitais simples não rola).
Poderiam ao menos aumentar a potência do sinal porém a mesma já opera em potencia máxima permitida pela Anatel.
Segue em anexo uma conversa que eu tive no Instagram com a câmara municipal de Fortaleza (responsável pelo Mux legislativo)
Acho que o problema deve ser os prédios de Fortaleza ou alguma interferência, é só uma suposição.
Sou de Pacajus-CE e aqui pego os canais legislativo sem problema.
Mas é uma pena.
 
Membro conhecido
Sep
1,920
1,498
Rádio SomZoom Sat Cariri FM 106.5 do Crato (CE) faz expectativa para uma nova programação na região do Cariri (CE). Chamadas são executadas na grade local
Fonte:Tudo Rádio
 
Membro conhecido
Sep
1,212
1,058

Migração do AM: Reveladas as propostas para novas emissoras FM de Fortaleza​

Comissão de radiodifusores de Fortaleza, com aval da Acert, apresentou proposta para migração das emissoras AM de Fortaleza pro FM tradicional em fevereiro.​

Fonte - https://midiacearense.medium.com/mi...-novas-emissoras-fm-de-fortaleza-a8cc32ec1ecb

Desde 2013, a radiodifusão brasileira está em processo de migração de suas emissoras de rádio AM para o FM. De lá pra cá, mais de 800 migrantes já foram ativadas e o trabalho agora é ativar a faixa estendida do FM (76 a 87 MHz). Houve uma tentativa nesse sentido já no ano passado, através de Consulta Pública, mas a dificuldade de canalizar algumas dessas emissoras em determinadas metrópoles e os poucos receptores dessa nova faixa ainda provocam polêmica.

A Grande Fortaleza estava contemplada por canais na faixa estendida para esta migração (a alegação inicial era de que não havia mais espaço para novas FMs), mas desde fevereiro está se encaminhando processo para acomodar suas AMs dentro do FM tradicional após um trabalho em conjunto do Ministério das Comunicações, Anatel e Abert, com apoio da Acert. As contribuições foram feitas pelos engenheiros Silvio Machado, Yascara Grangeiro e Ronald Almeida, coordenados pelo engenheiro da Abert André Cintra.

As novas FMs

Com base nessa ideia, o grupo de estudo sugere as seguintes frequências para a capital, Fortaleza*:

89.3 FM (classe A4) — Rádio Iracema
90.3 FM (classe A2) — Verdinha
91.7 FM (classe A2) — Rádio Shalom
92.5 FM (classe A2) — Rádio O Povo/CBN
97.1 FM (classe A2) — Rádio Uirapuru
100.3 FM (classe C) — Rádio Clube
106.9 FM (classe A1) — Rádio Assunção

Detalhes:

  • Na Consulta Pública que definiu canais no FM estendido para Fortaleza, teríamos 1 rádio de porte E3 e outras 3 rádios de porte A1. Como a proposta agora é encaixar as emissoras na faixa tradicional, o canal de porte E3 reduz sua potência pra A1 e as demais de classe A1 reduzem pra A2.
  • A Shalom AM receberia a frequência 91.7 FM porque topou uma troca com a 91.7 FM de Pacajus, que também é controlada pela instituição. Assim, a sugestão é mudar a FM de Pacajus pra 103.5 FM mantendo o porte de operação.

Migrantes da Região Metropolitana

Para a Grande Fortaleza, as frequências sugeridas para migrantes em Maracanaú, Caucaia e Pacatuba: 88.1 FM (classe C)**, 94.3 FM (classe A2), 99.5 FM (classe A1), 101.3 FM (classe A1) e 105.3 FM (classe A1).

  • Para liberar a 94.3 FM para migração, a emissora de São Gonçalo do Amarante concorda em ir para outra frequência com porte maior de operação (classe A4). A sugestão dada foi a 104.7 FM.
  • Para liberar a 99.5 FM para migração, a emissora de Chorozinho concordaria desde que pudesse aumentar sua potência em outro canal. A sugestão é a frequência 94.1 FM (classe B1 ou B2).
  • Para liberar a 101.3 FM para migração, a sugestão é deslocar o canal que estava reservado para a Rádio Câmara em Horizonte para a frequência 95.9 FM (classe C).
  • Para liberar a 105.3 FM para migração, a sugestão é transferir a 105.1 FM de Maranguape para a frequência 106.1 FM (classe C). A informação que foi levantada sobre esta frequência é que ela está lacrada (provavelmente por operar com potência além da permitida).
Confira como ficaria o dial FM de Fortaleza, aplicando as mudanças sugeridas:

88.1 FM (classe C) — Rádio Aratanha de Pacatuba**
88.3 FM (classe C) — reservado para migrante AM do Eusébio

88.9 FM — Jangadeiro FM
89.3 FM (classe A4) — Rádio Iracema
89.9 FM — 89 FM
90.3 FM (classe A2) — Verdinha
90.7 FM — Rádio Fortaleza
91.1 FM — Bons Ventos FM de Paracuru
91.3 FM — Logos FM
91.7 FM (classe A2) — Rádio Shalom
92.1 FM — Líder Gospel FM
92.5 FM (classe A2) — Rádio O Povo/CBN
92.9 FM — Jovem Pan News
93.5 FM — FM Ministério Canaã
93.9 FM — FM 93
94.1 FM (classe B1 ou B2) — Plus FM de Chorozinho (mudança de 99.5 FM)
94.3 FM (classe A2) — reservado para migrante da Grande Fortaleza
94.7 FM — Jovem Pan FM
95.1 FM — Monte Mor FM de Pacajus
95.5 FM — Rádio O Povo/CBN
95.9 FM (classe C)— Rádio Câmara de Horizonte (mudança de 101.3 FM)
96.1 FM — FM Dom Bosco
96.7 FM — Rádio FM Assembleia
97.1 FM (classe A2) — Rádio Uirapuru
97.7 FM — Nossa Rádio
98.3 FM — Rádio Viva
99.1 FM — Cidade
99.5 FM (classe A1) — reservado para migrante da Grande Fortaleza
99.9 FM — Rede Aleluia
100.3 FM (classe C) — Rádio Clube
100.5 FM — Ômega FM de Paracuru
100.9 FM — Rádio 100/Deus é Amor
101.3 FM (classe A1) — reservada para migrante da Grande Fortaleza
101.7 FM — Jangadeiro BandNews FM
102.3 FM — Jesus FM
102.7 FM — Rádio Beach Park (torre em Aquiraz)
103.3 FM — Rádio Senado
103.5 FM — Shalom FM de Pacajus (mudança)
103.9 FM — Tempo FM
104.3 FM — Expresso FM
104.7 FM — Liderança FM de São Gonçalo do Amarante (mudança de 94.3 FM)
105.3 FM (classe A1) — reservada para migrante da Grande Fortaleza
105.7 FM — Atlântico Sul FM
106.1 FM — Plus FM Cascavel
106.1 FM — antiga 105.1 FM de Maranguape (mudança/outorga lacrada)
106.5 FM — NovaBrasil FM
106.9 FM (classe A1) — Rádio Assunção
107.5 FM — Rádio Jerusalém FM (Cascavel)
107.9 FM — Rádio Universitária FM

* Os dados das rádios que receberão as novas frequências em FM na capital foram obtidos através do estudo enviado para o Ministério das Comunicações, cruzando com informações técnicas disponíveis no portal Tudo Rádio (link 1 e link 2).

** A Rádio Aratanha de Pacatuba é a única AM da Grande Fortaleza, outorgada com classe C, que ainda não teve um canal destinado para migração (como fez uma rádio AM do Eusébio). Por isso, foi possível determinar sua frequência em FM a partir dos dados disponíveis.

Bom lembrar que esses dados são sugestões do grupo de estudo e podem passar por mudanças, por exemplo, quando forem publicados em Consulta Pública. E as novas FMs ainda irão percorrer um longo caminho para entrarem no ar, independente do aval do MiniCom previsto para o mês de maio.
 
Membro ativo
Sep
191
204
Voltando ao assunto migração das rádios AM pro FM da capital.
Fonte - Twitter do mídia cearense


Voltando ao assunto migração das rádios AM pro FM da capital.
Fonte - Twitter do mídia cearense

Parece que está bem encaminhada a migração das AMs em Fortaleza.
Mais interessante são as negociações e propostas das rádios já existentes que vão sair ganhando com mudança de frequência, classe e também autorizadas a operar com mais potência.
Bem interessante mesmo tá ficando bom!
 
Membro
Mar
28
73

Migração do AM: Reveladas as propostas para novas emissoras FM de Fortaleza​

Comissão de radiodifusores de Fortaleza, com aval da Acert, apresentou proposta para migração das emissoras AM de Fortaleza pro FM tradicional em fevereiro.​

Fonte - https://midiacearense.medium.com/migração-do-am-reveladas-as-propostas-para-novas-emissoras-fm-de-fortaleza-a8cc32ec1ecb

Desde 2013, a radiodifusão brasileira está em processo de migração de suas emissoras de rádio AM para o FM. De lá pra cá, mais de 800 migrantes já foram ativadas e o trabalho agora é ativar a faixa estendida do FM (76 a 87 MHz). Houve uma tentativa nesse sentido já no ano passado, através de Consulta Pública, mas a dificuldade de canalizar algumas dessas emissoras em determinadas metrópoles e os poucos receptores dessa nova faixa ainda provocam polêmica.

A Grande Fortaleza estava contemplada por canais na faixa estendida para esta migração (a alegação inicial era de que não havia mais espaço para novas FMs), mas desde fevereiro está se encaminhando processo para acomodar suas AMs dentro do FM tradicional após um trabalho em conjunto do Ministério das Comunicações, Anatel e Abert, com apoio da Acert. As contribuições foram feitas pelos engenheiros Silvio Machado, Yascara Grangeiro e Ronald Almeida, coordenados pelo engenheiro da Abert André Cintra.

As novas FMs

Com base nessa ideia, o grupo de estudo sugere as seguintes frequências para a capital, Fortaleza*:

89.3 FM (classe A4) — Rádio Iracema
90.3 FM (classe A2) — Verdinha
91.7 FM (classe A2) — Rádio Shalom
92.5 FM (classe A2) — Rádio O Povo/CBN
97.1 FM (classe A2) — Rádio Uirapuru
100.3 FM (classe C) — Rádio Clube
106.9 FM (classe A1) — Rádio Assunção

Detalhes:

  • Na Consulta Pública que definiu canais no FM estendido para Fortaleza, teríamos 1 rádio de porte E3 e outras 3 rádios de porte A1. Como a proposta agora é encaixar as emissoras na faixa tradicional, o canal de porte E3 reduz sua potência pra A1 e as demais de classe A1 reduzem pra A2.
  • A Shalom AM receberia a frequência 91.7 FM porque topou uma troca com a 91.7 FM de Pacajus, que também é controlada pela instituição. Assim, a sugestão é mudar a FM de Pacajus pra 103.5 FM mantendo o porte de operação.

Migrantes da Região Metropolitana

Para a Grande Fortaleza, as frequências sugeridas para migrantes em Maracanaú, Caucaia e Pacatuba: 88.1 FM (classe C)**, 94.3 FM (classe A2), 99.5 FM (classe A1), 101.3 FM (classe A1) e 105.3 FM (classe A1).

  • Para liberar a 94.3 FM para migração, a emissora de São Gonçalo do Amarante concorda em ir para outra frequência com porte maior de operação (classe A4). A sugestão dada foi a 104.7 FM.
  • Para liberar a 99.5 FM para migração, a emissora de Chorozinho concordaria desde que pudesse aumentar sua potência em outro canal. A sugestão é a frequência 94.1 FM (classe B1 ou B2).
  • Para liberar a 101.3 FM para migração, a sugestão é deslocar o canal que estava reservado para a Rádio Câmara em Horizonte para a frequência 95.9 FM (classe C).
  • Para liberar a 105.3 FM para migração, a sugestão é transferir a 105.1 FM de Maranguape para a frequência 106.1 FM (classe C). A informação que foi levantada sobre esta frequência é que ela está lacrada (provavelmente por operar com potência além da permitida).
Confira como ficaria o dial FM de Fortaleza, aplicando as mudanças sugeridas:

88.1 FM (classe C) — Rádio Aratanha de Pacatuba**
88.3 FM (classe C) — reservado para migrante AM do Eusébio

88.9 FM — Jangadeiro FM
89.3 FM (classe A4) — Rádio Iracema
89.9 FM — 89 FM
90.3 FM (classe A2) — Verdinha
90.7 FM — Rádio Fortaleza
91.1 FM — Bons Ventos FM de Paracuru
91.3 FM — Logos FM
91.7 FM (classe A2) — Rádio Shalom
92.1 FM — Líder Gospel FM
92.5 FM (classe A2) — Rádio O Povo/CBN
92.9 FM — Jovem Pan News
93.5 FM — FM Ministério Canaã
93.9 FM — FM 93
94.1 FM (classe B1 ou B2) — Plus FM de Chorozinho (mudança de 99.5 FM)
94.3 FM (classe A2) — reservado para migrante da Grande Fortaleza
94.7 FM — Jovem Pan FM
95.1 FM — Monte Mor FM de Pacajus
95.5 FM — Rádio O Povo/CBN
95.9 FM (classe C)— Rádio Câmara de Horizonte (mudança de 101.3 FM)
96.1 FM — FM Dom Bosco
96.7 FM — Rádio FM Assembleia
97.1 FM (classe A2) — Rádio Uirapuru
97.7 FM — Nossa Rádio
98.3 FM — Rádio Viva
99.1 FM — Cidade
99.5 FM (classe A1) — reservado para migrante da Grande Fortaleza
99.9 FM — Rede Aleluia
100.3 FM (classe C) — Rádio Clube
100.5 FM — Ômega FM de Paracuru
100.9 FM — Rádio 100/Deus é Amor
101.3 FM (classe A1) — reservada para migrante da Grande Fortaleza
101.7 FM — Jangadeiro BandNews FM
102.3 FM — Jesus FM
102.7 FM — Rádio Beach Park (torre em Aquiraz)
103.3 FM — Rádio Senado
103.5 FM — Shalom FM de Pacajus (mudança)
103.9 FM — Tempo FM
104.3 FM — Expresso FM
104.7 FM — Liderança FM de São Gonçalo do Amarante (mudança de 94.3 FM)
105.3 FM (classe A1) — reservada para migrante da Grande Fortaleza
105.7 FM — Atlântico Sul FM
106.1 FM — Plus FM Cascavel
106.1 FM — antiga 105.1 FM de Maranguape (mudança/outorga lacrada)
106.5 FM — NovaBrasil FM
106.9 FM (classe A1) — Rádio Assunção
107.5 FM — Rádio Jerusalém FM (Cascavel)
107.9 FM — Rádio Universitária FM

* Os dados das rádios que receberão as novas frequências em FM na capital foram obtidos através do estudo enviado para o Ministério das Comunicações, cruzando com informações técnicas disponíveis no portal Tudo Rádio (link 1 e link 2).

** A Rádio Aratanha de Pacatuba é a única AM da Grande Fortaleza, outorgada com classe C, que ainda não teve um canal destinado para migração (como fez uma rádio AM do Eusébio). Por isso, foi possível determinar sua frequência em FM a partir dos dados disponíveis.

Bom lembrar que esses dados são sugestões do grupo de estudo e podem passar por mudanças, por exemplo, quando forem publicados em Consulta Pública. E as novas FMs ainda irão percorrer um longo caminho para entrarem no ar, independente do aval do MiniCom previsto para o mês de maio.
Excelente trabalho dos técnicos (verdadeiro quebra cabeças) e do @midiacearense.
Alguns comentários:

São 3 AMs hoje de cidades da Região Metropolitana: 860, 930 e 1340. E foram destinados 4 canais para elas: 94,3, 99,5, 101,3 e 105,3. Sem contar com a 88,1 (que não sei em que frequência ficava no AM). Talvez a 94,3 fique vaga (único canal classe A2 das migrantes da região metropolitana).

Outra coisa é a mesma frequência 106,1 para Cascavel e para Maranguape. Mesmo sendo classe C. Pq não 106,3 ou 105,9 uma das duas? Talvez sejam os ajustes que faltam...

Por fim, achei injusto a classe C pra rádio Clube. Todas as outras concessões de Fortaleza ficaram com classe A.
 
Última edição:
Membro conhecido
Sep
1,212
1,058
Excelente trabalho dos técnicos (verdadeiro quebra cabeças) e do @midiacearense.
Alguns comentários:

São 3 AMs hoje de cidades da Região Metropolitana: 860, 930 e 1340. E foram destinados 4 canais para elas: 94,3, 99,5, 101,3 e 105,3. Sem contar com a 88,1 (que não sei em que frequência ficava no AM). Talvez a 94,3 fique vaga (único canal classe A2 das migrantes da região metropolitana).

Outra coisa é a mesma frequência 106,1 para Cascavel e para Maranguape. Mesmo sendo classe C. Pq não 106,3 ou 105,9 uma das duas? Talvez sejam os ajustes que faltam...

Por fim, achei injusto a classe C pra rádio Clube. Todas as outras concessões de Fortaleza ficaram com classe A.
Verdade, um verdadeiro quebra cabeça mesmo essa engenharia toda pra definir os prefixos das rádios AM pro FM assim como o mídia cearense fazendo jus ao nome quanto a esta cobertura da migração das rádios AM pro FM.
Agora eu achei estranho a Cidade AM 860 ser concessão de região metropolitana e não dá capital como imaginei a vida toda.
 
Membro ativo
Sep
191
204
Excelente trabalho dos técnicos (verdadeiro quebra cabeças) e do @midiacearense.
Alguns comentários:

São 3 AMs hoje de cidades da Região Metropolitana: 860, 930 e 1340. E foram destinados 4 canais para elas: 94,3, 99,5, 101,3 e 105,3. Sem contar com a 88,1 (que não sei em que frequência ficava no AM). Talvez a 94,3 fique vaga (único canal classe A2 das migrantes da região metropolitana).

Outra coisa é a mesma frequência 106,1 para Cascavel e para Maranguape. Mesmo sendo classe C. Pq não 106,3 ou 105,9 uma das duas? Talvez sejam os ajustes que faltam...

Por fim, achei injusto a classe C pra rádio Clube. Todas as outras concessões de Fortaleza ficaram com classe A.
Eles tem rever essa frequência em 106.1 são cidades da região metropolitana e a 106.1 de Cascavel tem uma potência bem considerável chegando até Fortaleza.
Mais com certeza eles vão resolver isso também.
Mas tirando esse pequeno detalhe da 106.1 as distribuições das frequências de Fortaleza e região metropolitana ficaram boas.
 
Membro ativo
Sep
115
119

Migração do AM: Reveladas as propostas para novas emissoras FM de Fortaleza​

Comissão de radiodifusores de Fortaleza, com aval da Acert, apresentou proposta para migração das emissoras AM de Fortaleza pro FM tradicional em fevereiro.​

Fonte - https://midiacearense.medium.com/migração-do-am-reveladas-as-propostas-para-novas-emissoras-fm-de-fortaleza-a8cc32ec1ecb

Desde 2013, a radiodifusão brasileira está em processo de migração de suas emissoras de rádio AM para o FM. De lá pra cá, mais de 800 migrantes já foram ativadas e o trabalho agora é ativar a faixa estendida do FM (76 a 87 MHz). Houve uma tentativa nesse sentido já no ano passado, através de Consulta Pública, mas a dificuldade de canalizar algumas dessas emissoras em determinadas metrópoles e os poucos receptores dessa nova faixa ainda provocam polêmica.

A Grande Fortaleza estava contemplada por canais na faixa estendida para esta migração (a alegação inicial era de que não havia mais espaço para novas FMs), mas desde fevereiro está se encaminhando processo para acomodar suas AMs dentro do FM tradicional após um trabalho em conjunto do Ministério das Comunicações, Anatel e Abert, com apoio da Acert. As contribuições foram feitas pelos engenheiros Silvio Machado, Yascara Grangeiro e Ronald Almeida, coordenados pelo engenheiro da Abert André Cintra.

As novas FMs

Com base nessa ideia, o grupo de estudo sugere as seguintes frequências para a capital, Fortaleza*:

89.3 FM (classe A4) — Rádio Iracema
90.3 FM (classe A2) — Verdinha
91.7 FM (classe A2) — Rádio Shalom
92.5 FM (classe A2) — Rádio O Povo/CBN
97.1 FM (classe A2) — Rádio Uirapuru
100.3 FM (classe C) — Rádio Clube
106.9 FM (classe A1) — Rádio Assunção

Detalhes:

  • Na Consulta Pública que definiu canais no FM estendido para Fortaleza, teríamos 1 rádio de porte E3 e outras 3 rádios de porte A1. Como a proposta agora é encaixar as emissoras na faixa tradicional, o canal de porte E3 reduz sua potência pra A1 e as demais de classe A1 reduzem pra A2.
  • A Shalom AM receberia a frequência 91.7 FM porque topou uma troca com a 91.7 FM de Pacajus, que também é controlada pela instituição. Assim, a sugestão é mudar a FM de Pacajus pra 103.5 FM mantendo o porte de operação.

Migrantes da Região Metropolitana

Para a Grande Fortaleza, as frequências sugeridas para migrantes em Maracanaú, Caucaia e Pacatuba: 88.1 FM (classe C)**, 94.3 FM (classe A2), 99.5 FM (classe A1), 101.3 FM (classe A1) e 105.3 FM (classe A1).

  • Para liberar a 94.3 FM para migração, a emissora de São Gonçalo do Amarante concorda em ir para outra frequência com porte maior de operação (classe A4). A sugestão dada foi a 104.7 FM.
  • Para liberar a 99.5 FM para migração, a emissora de Chorozinho concordaria desde que pudesse aumentar sua potência em outro canal. A sugestão é a frequência 94.1 FM (classe B1 ou B2).
  • Para liberar a 101.3 FM para migração, a sugestão é deslocar o canal que estava reservado para a Rádio Câmara em Horizonte para a frequência 95.9 FM (classe C).
  • Para liberar a 105.3 FM para migração, a sugestão é transferir a 105.1 FM de Maranguape para a frequência 106.1 FM (classe C). A informação que foi levantada sobre esta frequência é que ela está lacrada (provavelmente por operar com potência além da permitida).
Confira como ficaria o dial FM de Fortaleza, aplicando as mudanças sugeridas:

88.1 FM (classe C) — Rádio Aratanha de Pacatuba**
88.3 FM (classe C) — reservado para migrante AM do Eusébio

88.9 FM — Jangadeiro FM
89.3 FM (classe A4) — Rádio Iracema
89.9 FM — 89 FM
90.3 FM (classe A2) — Verdinha
90.7 FM — Rádio Fortaleza
91.1 FM — Bons Ventos FM de Paracuru
91.3 FM — Logos FM
91.7 FM (classe A2) — Rádio Shalom
92.1 FM — Líder Gospel FM
92.5 FM (classe A2) — Rádio O Povo/CBN
92.9 FM — Jovem Pan News
93.5 FM — FM Ministério Canaã
93.9 FM — FM 93
94.1 FM (classe B1 ou B2) — Plus FM de Chorozinho (mudança de 99.5 FM)
94.3 FM (classe A2) — reservado para migrante da Grande Fortaleza
94.7 FM — Jovem Pan FM
95.1 FM — Monte Mor FM de Pacajus
95.5 FM — Rádio O Povo/CBN
95.9 FM (classe C)— Rádio Câmara de Horizonte (mudança de 101.3 FM)
96.1 FM — FM Dom Bosco
96.7 FM — Rádio FM Assembleia
97.1 FM (classe A2) — Rádio Uirapuru
97.7 FM — Nossa Rádio
98.3 FM — Rádio Viva
99.1 FM — Cidade
99.5 FM (classe A1) — reservado para migrante da Grande Fortaleza
99.9 FM — Rede Aleluia
100.3 FM (classe C) — Rádio Clube
100.5 FM — Ômega FM de Paracuru
100.9 FM — Rádio 100/Deus é Amor
101.3 FM (classe A1) — reservada para migrante da Grande Fortaleza
101.7 FM — Jangadeiro BandNews FM
102.3 FM — Jesus FM
102.7 FM — Rádio Beach Park (torre em Aquiraz)
103.3 FM — Rádio Senado
103.5 FM — Shalom FM de Pacajus (mudança)
103.9 FM — Tempo FM
104.3 FM — Expresso FM
104.7 FM — Liderança FM de São Gonçalo do Amarante (mudança de 94.3 FM)
105.3 FM (classe A1) — reservada para migrante da Grande Fortaleza
105.7 FM — Atlântico Sul FM
106.1 FM — Plus FM Cascavel
106.1 FM — antiga 105.1 FM de Maranguape (mudança/outorga lacrada)
106.5 FM — NovaBrasil FM
106.9 FM (classe A1) — Rádio Assunção
107.5 FM — Rádio Jerusalém FM (Cascavel)
107.9 FM — Rádio Universitária FM

* Os dados das rádios que receberão as novas frequências em FM na capital foram obtidos através do estudo enviado para o Ministério das Comunicações, cruzando com informações técnicas disponíveis no portal Tudo Rádio (link 1 e link 2).

** A Rádio Aratanha de Pacatuba é a única AM da Grande Fortaleza, outorgada com classe C, que ainda não teve um canal destinado para migração (como fez uma rádio AM do Eusébio). Por isso, foi possível determinar sua frequência em FM a partir dos dados disponíveis.

Bom lembrar que esses dados são sugestões do grupo de estudo e podem passar por mudanças, por exemplo, quando forem publicados em Consulta Pública. E as novas FMs ainda irão percorrer um longo caminho para entrarem no ar, independente do aval do MiniCom previsto para o mês de maio.
Estou acompanhando essa novela mas uma dúvida me corrói: as rádios em 94,1 e 94,3 por exemplo podem causar interferência? Pois em SP existem rádios assim também.
 
Membro ativo
Sep
115
119
Excelente trabalho dos técnicos (verdadeiro quebra cabeças) e do @midiacearense.
Alguns comentários:

São 3 AMs hoje de cidades da Região Metropolitana: 860, 930 e 1340. E foram destinados 4 canais para elas: 94,3, 99,5, 101,3 e 105,3. Sem contar com a 88,1 (que não sei em que frequência ficava no AM). Talvez a 94,3 fique vaga (único canal classe A2 das migrantes da região metropolitana).

Outra coisa é a mesma frequência 106,1 para Cascavel e para Maranguape. Mesmo sendo classe C. Pq não 106,3 ou 105,9 uma das duas? Talvez sejam os ajustes que faltam...

Por fim, achei injusto a classe C pra rádio Clube. Todas as outras concessões de Fortaleza ficaram com classe A.
Mas a Rádio Clube pode pedir o aumento de potência não?
 
Membro
Mar
28
73
Mas a Rádio Clube pode pedir o aumento de potência não?
Pode, sim. Apesar de que, como Fortaleza tem uma área pequena, mesmo sendo de classe C e dependendo de onde ela for localizada (ponto elevado e central - Aldeota ou Dionísio torres, ela pode atingir bem a cidade inteira, mas terá dificuldades de ir além das fronteiras da cidade
 
Membro ativo
Sep
115
119
Verdade. Não consideraram. As comunitárias em Fortaleza estão em 87,9. Mas talvez aparelhos mais antigos não comecem em 87,5.
Pode, sim. Apesar de que, como Fortaleza tem uma área pequena, mesmo sendo de classe C e dependendo de onde ela for localizada (ponto elevado e central - Aldeota ou Dionísio torres, ela pode atingir bem a cidade inteira, mas terá dificuldades de ir além das fronteiras da cidade
Entendi amigo!!!! Brigado.
 
Top