• Seja bem vindo (a)! Esse é o HT Fórum Plus, um fórum criado para suprir a falta do extinto e lendário HTForum que foi fechado recentemente. Aqui nós temos os mesmos fóruns sobre diversos assuntos, exatamente como no antigo, sinta-se livre para ser um dos primeiros a criar tópicos sobre seu assunto preferido e convide seus amigos para participar. Ainda estamos em fase beta e por esse motivo muitas coisas por aqui estão em inglês, mas não se preocupe estamos trabalhando para deixar tudo perfeito. Infelizmente não é possível migrar o rico conteúdo do antigo fórum, mas podemos recomeçar uma nova história. (Nota: Não temos qualquer relação com a administração do antigo HT Forum, trata-se de um novo fórum)

TV Brasil HD - Programação, Imagens, Vídeos & Comparações

Hugo Bernar

Membro ativo
Depois de 1 mês a tv ufsc está transmitindo a tv brasil, que antes transmitia a tv brasil 2.
 

Banzé

Membro conhecido

TV Brasil transmite ao vivo jogos da Liga Fut7 Nacional a partir deste sábado


(Reprodução)

A partir deste sábado (31), a TV Brasil passa a transmitir ao vivo as partidas da Liga Fut7 Nacional, principal competição brasileira da modalidade de Futebol 7. Estão previstas rodadas duplas de bola rolando na emissora pública, com a exibição de dois jogos em sequência.

Às 11h00, vai ao ar a disputa entre Ponte Preta (SP), atual campeã paulista, e Chapecoense (SC), campeã da Copa do Brasil, pela etapa Sul da Liga Fut7. O duelo acontece na Arena do Grêmio e tem a narração de Ângelo Afonso.

Em seguida, às 12h00, é a vez de Grêmio (RS) e Estudiantes (RS) se enfrentarem. Com narração de Daniel Oliveira, a partida marca a estreia do craque Falcão, melhor jogador da história do futsal, com a camisa 12 do Tricolor gaúcho nas disputas das competições oficiais desse ano.

Aos 43 anos, Falcão se transformou em uma lenda do esporte, contabilizando 401 gols com a camiseta da Seleção. Como profissional das quadras, tem mais de três mil gols e foi escolhido por quatro vezes o melhor jogador do mundo.
 

Banzé

Membro conhecido

Governo Bolsonaro interfere e programa ”Sem Censura” deixará de ser diário


Um dos programas mais tradicionais da TV Brasil, o Sem Censura, terá a sua última exibição diária nesta sexta-feira, 13 de novembro.

Criado em 1985 para celebrar a liberdade de imprensa e o fim da ditadura militar (1964-1985), a atração agora será ”chapa branca” para agrupar convidados e políticos ligados a ala ideológica, sendo assim um programa totalmente sem direito de liberdade.

Uma nota divulgada pela A Frente Nacional em Defesa da Empresa Brasil de Comunicação (EBC), que reúne servidores públicos, sindicatos de jornalistas e profissionais declarou: “Desde que o governo Bolsonaro decidiu usar a TV Brasil para empregar amigos e fazer promoção pessoal, o Sem Censura vem sofrendo intervenções”, declara o texto.

“O programa de entrevistas – que antes tinha mais de duas horas de duração – hoje aperta convidados em 30 minutos, garantindo que não haja espaço para críticas ao governo, temas polêmicos ou destaque para a diversidade”, ressalta a nota.

“Na prática, o governo acaba com o Sem Censura e com tudo o que o programa representa”, diz o texto. Um dossiê produzido pelos próprios trabalhadores mostrou que, de janeiro a julho de 2020, o governo Bolsonaro interferiu 138 vezes na empresa.

A assessoria de imprensa da TV Brasil não respondeu os contatos do site.

Confira a nota na íntegra:

Com 35 anos de história, o Sem Censura, um dos programas de maior audiência da TV Brasil é o novo alvo de aparelhamento estatal. O vespertino – que ofereceu voz e espaço a vários setores da sociedade por décadas e tornou-se um marco após ditadura militar – foi totalmente reformulado pela nova gestão da Empresa Brasil de Comunicação (EBC). As mudanças foram feitas de cima para baixo, sem a participação do público ou da produção da casa, para transformar o programa em mais um chapa-branca, com prejuízos à população. Um novo apresentador deve ser escalado para a atração, que terá formato próximo ao atual Roda Viva, da TV Cultura.

Desde que o governo Bolsonaro decidiu usar a TV Brasil para empregar amigos e fazer promoção pessoal, o Sem Censura vem sofrendo intervenções. O programa de entrevistas – que antes tinha mais de duas horas de duração – hoje aperta convidados em 30 minutos, garantindo que não haja espaço para críticas ao governo, temas polêmicos ou destaque para a diversidade.

Toda a história do Sem Censura e as perdas que o programa vem sofrendo nos traz a diversos questionamentos. Qual o motivo de tantas mudanças? Por que acabar com um espaço plural de debates, querido pela sociedade, reduzindo a frequência e o tempo? Qual interesse da direção da EBC em impor convidados em vez de propor um debate aberto? Hoje, o Sem Censura recebe sugestões até pelas redes sociais, onde também é transmitido ao vivo.

Criado em 1985 com o intuito de marcar a liberdade de imprensa e o fim da censura no declínio do regime militar, o programa se dispôs a debater diversos temas com pluralidade e transparência e a receber personalidade de destaque, especialmente da área cultural.

Marcado pela presença de mulheres fortes em seu comando, o programa acolheu a música, o teatro, o cinema, a literatura e as artes plásticas brasileiras. Ofereceu tempo de exposição e aprofundamento para artistas que divulgaram seus trabalhos e se sentiram confortáveis em estar em uma televisão que reconhecia seu valor e importância, assim como a dos seus projetos culturais.

O Sem Censura se consolidou ainda como um elo entre a TV Educativa e a nova TV pública. A transição da TVE até chegar à TV Brasil tem no Sem Censura um dos laços de uma identidade que preserva o sagrado compromisso com a sua audiência: trazer um conteúdo de qualidade e com participação ativa deste público, com o objetivo de construí-lo em conjunto. Por isso, além da pauta cultural, as pautas de serviços sempre fizeram parte das discussões do temas do programa, momento em que os espectadores opinavam e tiravam suas dúvidas.

Em 2020, no entanto, tudo o que o Sem Censura representava perdeu espaço. Sob administração dos militares, o vespertino sofreu um corte drástico e as primeiras intervenções no formato para desfigurar o modelo de entrevistas e debates na tv. Ainda no ar, de segunda a sexta, o programa tem apenas 30 minutos e passará a ser semanal, a partir do dia 16. A escolha dos convidados sai das mãos da produção interna da TV Brasil, feita pelo quadro de funcionários, e passa para a nova direção do programa, designada para alavancar a propaganda ao governo, como já denunciado no 2º Dossiê sobre Censura na EBC, de setembro deste ano.

Na prática, o governo acaba com o Sem Censura e com tudo o que o programa representa.

Alertamos para mais esse ataque à democracia, com a perda de um importante espaço de diálogo e de pluralidade na TV aberta.

A EBC não é do governo, a EBC é do povo!


Assinam:


Frente Nacional em Defesa a EBC e da Comunicação Pública
Comissão de Empregados da EBC
Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Município do Rio de Janeiro
Sindicato dos Jornalistas Profissionais do Distrito Federal
Sindicato dos Jornalistas Profissionais no Estado de São Paulo
Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão no Estado de São Paulo
Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão no Distrito Federal
Sindicato dos Trabalhadores em Empresas de Radiodifusão e Televisão no Estado do Rio de Janeiro
Tereza Cruvinel, jornalista e ex-presidente da EBC
Laurindo Lalo Leal Filho, jornalista, professor e ex-Ouvidor Geral da EBC
Cristina Castro, coordenadora da Comissão Permanente de Comunicação e Liberdade de Expressão do Conselho Nacional dos Direitos Humanos

 

Banzé

Membro conhecido

TV Brasil tem interesse na partida entre Brasil x Uruguai pelas Eliminatórias, diz site


(Reprodução)

A TV Brasil, emissora do Governo Federal, está na disputa pelos direitos de transmissão do jogo entre Uruguai x Brasil pelas eliminatórias da Copa do Mundo de 2022 e que acontece na próxima terça-feira (17). A informação é do TV História.

O interesse marca uma nova tendência da emissora, que viu a sua repercussão e os índices de Ibope subirem exponencialmente com a aposta em eventos esportivos.

Executivos da emissora ficaram muito contentes com o desempenho do jogo da Seleção Brasileira contra o Peru, mostrado pela TV Brasil, e há planejamento para tornar investimentos nesse setor cada vez mais frequentes. Nos bastidores, a leitura é a de que a transmissão de eventos esportivos ajuda a turbinar também os demais programas da rede.
 

Juca Mora

Membro ativo
O EiPlus agora na transmissão de Colombia Uruguai menciona o jogo de terça no Uruguai, mas não informa exclusividade.
Se houver mesmo obrigatoriedade que jogos da seleção sejam exibidos em tv aberta, um pool entre Tv Brasil e Tv Cultura poderia atender com melhor cobertura já que a Tv Brasil é bem limitada.
 

Banzé

Membro conhecido

TV Brasil inaugura moderno estúdio de vidro no Rio de Janeiro nesta segunda


A TV Brasil entra em nova fase a partir de 16 de novembro com a inauguração de moderno estúdio de vidro e a reestreia do Repórter Brasil Tarde, apresentado por Luiz Carlos Braga.

Localizado no prédio da TV Brasil, na Rua da Relação, no Rio de Janeiro, o estúdio de vidro tem visão de 180 graus da região e garante ao telespectador um olhar privilegiado para alguns dos principais cartões postais cariocas, como Cristo Redentor, os Arcos da Lapa e o Pão de Açúcar.

O novo cenário ganha as telinhas da emissora pública nesta segunda (16), às 14h30, com a reestreia do telejornal Repórter Brasil Tarde. Ancorada pelo experiente jornalista Luiz Carlos Braga, carioca com carreira consolidada em Brasília e recém-contratado pela TV Brasil, a nova produção jornalística vai ao ar de segunda a sexta-feira, com 30 minutos de duração, para todo o país.

Com linguagem leve e informal, o Repórter Brasil Tarde abre a programação jornalística da TV Brasil reunindo as principais notícias do dia no país e no mundo. O telejornal vai priorizar links ao vivo de repórteres de três praças: Rio de Janeiro, São Paulo e Brasília.

A atração combinará política, economia, comportamento, notícias internacionais e prestação de serviço. Apresenta ainda conteúdos de esportes olímpicos e paralímpicos e tem a participação de comentaristas do canal público que analisam a rodada das principais competições.

O Repórter Brasil Tarde ainda conta com tradução simultânea em Libras, iniciativa que foi incorporada aos telejornais da emissora pública em março de 2018.

A renovação da grade da TV Brasil continuará ocorrendo e em dezembro novas atrações integrarão a grade.


 

ararazul

Novo membro
Equipe da TV Brasil se assusta com críticas por "abraço de Bolsonaro" em jogo da Seleção


(Reprodução)


Profissionais da TV Brasil estão assustados com o tamanho da repercussão da transmissão da partida entre Peru x Brasil, na última terça-feira, especialmente das críticas pelo abraço dado ao presidente Jair Bolsonaro nos dois tempos do duelo.

De acordo com o UOL Esporte, alguns membros do núcleo esportivo da emissora estão preocupados com o narrador André Marques. Ele recebeu a grande maioria das críticas por ter sido a voz dos agradecimentos ao presidente da CBF, Rogério Caboclo, e a Bolsonaro, em nome da Secretaria Executiva de Comunicação Social.

A leitura do abraço para Jair Bolsonaro e para a cúpula da CBF foi um pedido expresso de Fábio Wajngarten, secretário-executivo do Ministério das Comunicações, ao diretor-presidente da EBC, Glen Valente. Ele repassou o texto ao narrador, que cumpriu a solicitação.

Para os colegas de André Marques, houve um grande exagero, inclusive de colegas jornalistas, com as críticas para a equipe que apenas cumpriu ordens. "Qualquer outra pessoa que tem contas a pagar teria feito o mesmo", afirmou um produtor de Esporte da TV Brasil, triste com o que o que chamou de "perseguição" nas redes sociais. Os profissionais ouvidos ressaltam que fizeram o melhor em um curto período de tempo que tiveram para preparar a produção.

Os profissionais afirmaram que nem todo mundo que trabalha na TV Brasil concordou com o abraço ao presidente Jair Bolsonaro.

Faz sentido, nunca é certo culpar o funcionário por algo que é claramente vindo de cima. Agora, a ordem que veio de cima foi injustificável, reforçou a posição da TV Brasil como uma emissora estatal, ao invés de pública.
 

Banzé

Membro conhecido

TV Brasil transmite quatro jogos das oitavas de final da Série D a partir de sábado


(Reprodução)

A TV Brasil vai transmitir ao vivo quatro confrontos das oitavas de final da Série D do Campeonato Brasileiro, sendo duas partidas de ida e duas de volta do mata-mata a partir deste sábado, dia 19 de dezembro. A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já divulgou datas e horários de todos os duelos dessa fase da competição.

A emissora pública gerida pela Empresa Brasil de Comunicação (EBC) mostra o primeiro Goiânia (GO) x Novorizontino (SP) pelas oitavas neste sábado (19), ao vivo, às 16h, direto do Estádio Olímpico, na capital de Goiás. A narração é de André Marques com os comentários do jornalista Mário Silva e do ex-jogador Wilson Gottardo como convidado.

Neste domingo (20), no mesmo horário, a TV Brasil exibe o jogo de ida Salgueiro (PE) x Altos (PI) que será disputado no estádio Cornélio de Barros, no interior de Pernambuco. O jornalista Rodrigo Campos narra a transmissão que tem a presença de André Marques nos comentários.

Já no próximo final de semana, o canal leva ao ar as partidas de volta da competição. Único confronto do dia, Fast (AM) x Globo (RN) acontece no sábado (26), às 17h, na Arena da Amazônia, em Manaus. André Marques narra o embate decisivo enquanto Rodrigo Campos faz a análise dessa eliminatória.

Por fim, no dia seguinte, domingo (20), mais cedo, às 15h, a emissora pública acompanha as emoções de Brasiliense (DF) x Mirassol (SP) que entram em campo no estádio "Serejão", em Taguatinga, no Distrito Federal. A narração é de Rodrigo Campos e os comentários ficam por conta de Maurício Costa.

As oito equipes que avançarem para as quartas de final se enfrentam de acordo com suas campanhas. O clube com melhor desempenho duela contra o oitavo, o segundo encara o sétimo, o terceiro desafia o sexto enquanto o quarto disputa com o quinto.

Os jogos pelas quartas de final estão previstos para o período entre os dias 2 e 10 de janeiro. Os quatro clubes classificados para as semifinais garantem as vagas de acesso para a Série C do Campeonato Brasileiro em 2021.
 

Banzé

Membro conhecido

TV Brasil reformula programação infantil com estreia de três animações nesta segunda


Divulgação

A garotada pode curtir novidades na telinha da TV Brasil durante as férias escolares no início de 2021. As séries infantis Bubu e as Corujinhas, Tainá e os Guardiões da Natureza e Os Vizinhos Piratas estreiam nesta segunda (4) às 8h30, 10h e 13h, respectivamente, na grade da emissora pública.

As novas produções inéditas na televisão aberta integram a faixa de programação TV Brasil Animada, sessão com desenhos e seriados voltados para as crianças diariamente, de segunda a sexta, de 8h15 às 14h30. Aos sábados, os pequenos podem conferir atrações para sua faixa etária entre 10h e 13h.

A partir desta segunda (4), a sessão para a turminha miúda também conta com a volta de animações consagradas entre a criançada como as obras SOS Fada Manu, às 11h15, e Carrapatos e Catapultas, às 11h45.

Bubu e as Corujinhas

Com uma perspectiva educacional e pedagógica, desenvolvida como ferramenta de entretenimento didático para o público infantil, o desenho nacional Bubu e as Corujinhas tem duas temporadas com um total de 52 episódios de 11 minutos. A TV Brasil exibe a obra de segunda a sexta, às 8h30.

Direcionada para os pequenos que estão na primeira infância, a animação em 2D acompanha as aventuras de Bubu, uma coruja que vive com sua família na floresta de Los Arboles. Elas vivem grandes descobertas, convivem com vários animais e interagem com diversos elementos da natureza.

Irmã mais velha, a protagonista Bubu está sempre pronta para explorar e conhecer o meio ambiente em busca de novos aprendizados, junto de seu irmão Biel e de sua irmãzinha Bonie. O assobio do Papai é o sinal para voltarem para casa.

O trio chega ao ninho super animado e cheio de histórias para compartilhar. A Mamãe Coruja canta uma canção de ninar. A letra versa sobre o contexto do episódio. A floresta dorme enquanto Bubu deseja uma boa noite para todos.

Tainá e os Guardiões da Natureza

Adaptação da trilogia de sucesso no cinema que tem como protagonista uma indiazinha, a animação em 3D revela as histórias da personagem que protege a Floresta Amazônica, sua fauna e flora, junto de seus amigos. Com 26 edições de 11 minutos, a trama Tainá e os Guardiões da Natureza é apresentada na TV Brasil de segunda a sexta, às 10h.

A coprodução brasileira com Canadá e França traz uma releitura da heroína Tainá em uma obra para crianças com idade pré-escolar. O desenho foi reconhecido como Melhor Série de Animação no Quirino Awards 2020, na Espanha, e ganhou prêmio no Festival de Animação Chilemonos 2020.

Tainá, o macaco, Catu, o urubu-rei, Pepe e a pequena ouriça, Suri, vivem divertidas aventuras enquanto exploram e aprendem mais sobre a maior floresta tropical do mundo e sua extraordinária diversidade. A produção estimula as crianças a respeitarem a diversidade, as diferenças culturais, suas habilidades e limitações, trazendo uma mensagem de respeito, amizade e cuidado com a natureza em cada episódio.

No coração da Floresta Amazônica, Tainá e seus amigos moram no alto da Grande Árvore – a mãe de todas as árvores. Quando em perigo, os animais da floresta pedem ajuda à indiazinha falando "Cru-Cru", o chamado que é transmitido de um bicho para o outro, ecoando pela imensidão da mata até encontrar Tainá. A indiazinha utiliza o poder da Flecha Azul para iniciar sua aventura.

Sempre de maneira lúdica e com muito humor, os Guardiões da Amazônia não deixam de atender ao pedido de ajuda mesmo que isso signifique enfrentar fortes correntezas, uma manada de queixadas ou até mesmo uma gigantesca sucuri enrolada. Afinal, eles são Kirimbau que na língua da Tainá significa corajoso.

Os Vizinhos Piratas

Baseada no best-seller de Jonny Duddle, a série Os Vizinhos Piratas mostra como a chegada de uma família de piratas vai virar de cabeça para baixo a vida na tranquila Dull-on-Sea. A série tem 52 episódios de 11 minutos no ar às 13h, na TV Brasil. O desenho internacional é direcionado para crianças com idades de 6 a 12 anos.

Para Matilda, a chegada desses novos vizinhos é um sonho que se tornou realidade. Com a companhia de Jim Lad, o filho dos Jolley-Rogers, não há chance de a menina ficar entediada. A partir do convívio e mesmo com suas diferenças, uma cumplicidade inabalável se forma entre Jim e Matilda.

Melhores amigos, eles enfrentam todos os tipos de dificuldades para quebrar a rotina que tira a calma da pequena cidade. Jim e Matilda desfazem as convenções dos bem disciplinados moradores da região e transformam cada dia em uma enorme aventura.

Atrações novas no final de 2020

Em comemoração ao mês das crianças, desde outubro a TV Brasil apresenta dez animações inéditas na programação para a garotada. A emissora pública estreou diversos conteúdos internacionais para os jovens na sua faixa de programação infantojuvenil, a TV Brasil Animada.

As atrações no ar há três meses são as séries Kiwi, Nina Perguntadeira, A Ratinha e o Urso, Pirata e Capitano, Angelo, Casa da Árvore, Eu sou um gênio, Ready Get Go!, Space Racers e Simplex. Destaque, ainda, para a nona temporada do seriado Detetives do Prédio Azul, ainda inédita na televisão aberta.
 

Banzé

Membro conhecido

TV Brasil apresenta série Contos de Charles Dickens a partir desta segunda


Divulgação

A série dramática Contos de Charles Dickens ganha as telas da TV Brasil nesta segunda (4), com dois capítulos em sequência, às 21h30. A produção britânica de dramaturgia vai ao ar para todo país em sinal aberto de segunda a sexta-feira, sempre no mesmo horário.

Com 20 episódios de 30 minutos, o seriado faz uma reinvenção ousada dos romances atemporais do célebre autor inglês ao reunir personagens mais icônicos da obra de Charles Dickens. A trama da emissora pública BBC traz histórias em que as vidas desses protagonistas se entrelaçam na era vitoriana.

Clássicos da obra de Dickens e elenco com astros

Os célebres tipos registrados nos principais títulos do escritor vivem lado a lado no mesmo bairro na Londres do século XIX. Livre da exigência de uma adaptação literal, a produção leva personagens familiares em novas e inusitadas jornadas em um drama de época.

Lançada no período natalino de 2015, a série Contos de Charles Dickens combina referências presentes em publicações de clássicos que atravessam gerações como "Oliver Twist" (1837), "Um conto de Natal" (1843) e "Grandes Esperanças" (1861), entre outros textos do romancista.

O cenário deslumbrante da Inglaterra vitoriana ganha vida com um elenco estelar. A obra de teledramaturgia inclui a atuação de personalidades como Stephen Rea, Pauline Collins, Caroline Quentin e Peter Firth.

A produção revela os eventos que antecederam o casamento de Miss Havisham, destaca os sacrifícios de uma jovem Lady Dedlock e mostra o que acontece com o implacável agiota Ebenezer Scrooge, parceiro comercial do falecido Jacob Marley.

Episódios de estreia

A TV Brasil apresenta os dois primeiros episódios da série Contos de Charles Dickens com uma sequência de fatos que se passam respectivamente na véspera e no dia de Natal.

Amelia e Arthur Havisham se surpreendem com situação inesperada ao se reunir para a leitura da vontade de seu pai. Enquanto isso, Jacob Marley cobra dívidas de doentes e necessitados, mostrando sua natureza avarenta e cruel.

No segundo capítulo, em pleno Natal, Venus examina e identifica o corpo de Marley para o inspetor Bucket e encontra um pedaço de madeira no ferimento na cabeça do cobrador assassinado. O oficial descobre que a carteira de Marley está faltando e que ele havia marcado um encontro com alguém identificado apenas como "C".

Edward Barbary não contará à filha Honoria seus problemas financeiros. Já Amelia rejeita a proposta de Compeyson de agir como um intermediário pacífico em sua disputa com Arthur. Peter Cratchit dá a Nell um presente que também é um sinal de sua afeição.

Ainda nessa edição, Frances descobre o romance secreto de sua irmã Honoria com o capitão Hawdon. Compeyson diz a Arthur que, depois que Amelia lhe fechou a porta, ele agora está determinado a arruiná-la financeiramente.
 

Banzé

Membro conhecido

TV Brasil compra novela bíblica da Record TV



WhatsAppFacebookTwitter
Facebook Messenger

A TV Brasil, emissora pública federal comprou a novela Os Dez Mandamentos, produzida pela Record TV.

O canal exibirá as duas temporadas da produção bíblica do canal de Edir Macedo, aliado do Bolsonaro.

As negociações entre a Empresa Brasileira de Comunicação (EBC) e o Grupo Record estão rolando há cinco meses.

A estreia ocorrerá ainda neste ano, em horário nobre.
 

Banzé

Membro conhecido

TV Brasil transmite os quatro jogos das semifinais da Série D a partir deste sábado


(Reprodução)

A TV Brasil vai transmitir ao vivo, com exclusividade na televisão, as quatro partidas das semifinais da Série D do Campeonato Brasileiro, a partir deste sábado (16). Os vencedores decidem o título da competição. A final está prevista para os dias 31 de janeiro e 7 de fevereiro.

A Confederação Brasileira de Futebol (CBF) já divulgou datas e horários de todos os duelos pelas semifinais. As partidas de ida com transmissão da TV Brasil que ocorrem nesse fim de semana são: Floresta (CE) x Novorizontino (SP), no sábado, (16), às 18h00; e Mirassol (SP) x Altos (PI), no domingo (17), às 16h00.

Já no final de semana seguinte, a emissora pública mostra todas as emoções dos confrontos de volta que decidem os finalistas da Série D. Os jogos com transmissão em tempo real pela TV Brasil são: Novorizontino (SP) x Floresta (PE), no sábado (23), às 18h00; e Altos (PI) x Mirassol (SP), no domingo (24), às 15h45.
 
Top