Bem-vindo!

Ao se registrar conosco, você poderá discutir, compartilhar e enviar mensagens privadas com outros membros de nossa comunidade.

Inscreva-se agora!
  • Olá, o tema escuro já está disponível no HT Fórum. Para usar, basta ir no final da página e clicar em (Fluent), em seguida selecione o (Fluent V2 Dark).

Sair ou entrar? Subir ou descer?

Membro conhecido
Oct
601
319
Sair ou entrar? Subir ou descer?

Meu amigo engenheiro e filósofo compara a evolução da tecnologia às catracas usadas em ônibus e metrôs: uma vez que se avança não há como retornar.

Tenho pena (e autopiedade) dos viúvos da alta fidelidade, cuja experiência vivida veio através de discos analógicos e amplificadores valvulares.

Até hoje, apesar do tremendo avanço obtido pela modernas técnicas digitais, ainda não foi possível encontrar um equipamento substituto à altura das exigências desse seleto (e chato) grupo de saudosistas.

Mas o caso que vou relatar diz respeito a nomenclatura técnica.

Tive o prazer, o desafio e a honra de trabalhar numa equipe que desenvolveu um dos primeiros computadores pessoais brasileiros.

Uma das tarefas estava relacionada ao tratamento de sinais de imagens.

No computador em desenvolvimento havia um processador de vídeo exclusivo conhecido como VDP, video digital processor.

Dessa caixinha "saía" os sinais de imagens e caracteres gerados por técnicas digitais. Uma vez tratados convenientemente, os sinais eram conduzidos para um monitor de vídeo ou um televisor convencional.

No jargão "antigo" a palavra "entrada" era a porta de entrada para qualquer sinal elétrico a ser processado, enquanto "saída" era a porta na qual o sinal saía devidamente tratado, pronto para passar por outras etapas, se necessário fosse.

Décadas depois, ouvi de um engenheiro uma expressão estranha.
Ao analisar o sinal elétrico gerado por uma placa de vídeo, afirmou:

- "O sinal de vídeo está subindo".

No meu entendimento, o sinal de vídeo estava sublimando da placa para o teto do laboratório.

O que mudou?

No jargão informático, "subir" significa "sair". "Descer" significa "entrar" .

Nos tempos analógicos era comum as pessoas confundirem o que é entrada e o que é saída. Isso por que havia uma questão de relatividade em jogo. Por exemplo, quando você sai de casa, você entra no mundo.

Qualquer etapa de processamento tem uma porta de entrada e uma porta de saída, mas os termos são relacionados à etapa em questão.

Hoje, se aplicarmos os princípios de relatividade, um arquivo "sobe" quando ele sai de seu computador e vai para uma "nuvem" (de um computador ou de uma rede de computadores remotos).

Um arquivo "desce" quando um arquivo vem de uma nuvem para seu computador.

Nesses termos, devemos admitir que há algo de divino relacionado ao mundo dos computadores.

No entanto, se com alguma razão achamos que o computador é uma coisa do capeta, poderíamos dizer que "sair" significa "descer", enquanto "entrar" significaria "subir".
 
Última edição:
Aug
32
23
Vamos ter cautela com os termos para comparar coisas com coisas. Placas de computadores não tem subidas. Portas de dados usb não são chamadas descidas. Talvez muito dessa confusão venha das traduções literais de expressões técnicas, mas não significa que os mesmos sejam usados em outra língua.

Eu desconfiaria do engenheiro que você ouviu. Acho que isso foi algo que ele usa, mas não é comum no mercado não.

ps1: Hoje, mesmo com esses conceitos de relatividade, os termos são baseados na posição de quem está requisitando ou enviando os arquivos. Se eu estiver do lado da nuvem ( estou tentando entrar no mercado nessa área), os termos continuam os mesmos do lado de lá. Como administrador eu subo um arquivo da nuvem para a maquina do usuário ou eu baixo um arquivo da maquina do usuário para a nuvem.

Ps2: O termo nuvem não vem do aspecto divino mas sim do aspecto físico, onde uma nuvem cobre uma região e vários elementos ao mesmo tempo.
 
Top