• Seja bem vindo (a)! Esse é o HT Fórum Plus, um fórum criado para suprir a falta do extinto e lendário HTForum que foi fechado recentemente. Aqui nós temos os mesmos fóruns sobre diversos assuntos, exatamente como no antigo, sinta-se livre para ser um dos primeiros a criar tópicos sobre seu assunto preferido e convide seus amigos para participar. Ainda estamos em fase beta e por esse motivo muitas coisas por aqui estão em inglês, mas não se preocupe estamos trabalhando para deixar tudo perfeito. Infelizmente não é possível migrar o rico conteúdo do antigo fórum, mas podemos recomeçar uma nova história. (Nota: Não temos qualquer relação com a administração do antigo HT Forum, trata-se de um novo fórum)

Nintendo Switch

edsonh

Novo membro

 

edsonh

Novo membro
Switch no Brasil cria “pressão e momento” para localização de jogos


Sem dúvida a maior demanda de fãs brasileiros da Nintendo, a localização de jogos da produtora para o português brasileiro é uma novela que se arrasta há gerações e gerações dos consoles da produtora, mas que - com a exceção de alguns títulos mobile - ainda continua sendo apenas um sonho.


Com o anúncio da chegada oficial do Nintendo Switch ao Brasil ainda em setembro, este sonho ganha novos contornos de realidade, conforme a Nintendo sinaliza uma nova reaproximação do mercado nacional após bater retirada e abandoná-lo em 2015.


Em entrevista ao The Enemy, Bill van Zyll, diretor da Nintendo para a América Latina, reconheceu a importância da localização de jogos, compartilhou que a demanda é o “tópico número um” entre os pedidos de fãs à empresa, e sinalizou que a vinda do Switch para o país de forma oficial traz um novo peso à questão.


"Certamente faz o caso [para a localização] e certamente cria pressão e ímpeto nessa direção", comentou o executivo. Oficialmente, no entanto, a Nintendo afirma apenas estar “explorando” o tema, mas que não tem anúncios para fazer sobre jogos localizados.


"Todo o processo de localização, há muito envolvido, esse é o primeiro ponto", afirmou van Zyll ao ser questionado sobre o motivo por trás de jogos da Nintendo não serem localizados. "A outra coisa é que não basta só traduzir alguma coisa. Tem os componentes técnicos, e, a isso, você acrescenta a essência, a cultura e a mentalidade da Nintendo".


"E isso é algo que tendemos a ser muito cuidadosos, queremos sempre fazer as coisas certas, bem e de alta qualidade. E um desafio da localização, voltando à complexidade disso, está além de apenas traduzir palavras: é entender o contexto certo, é chegar ao humor certo. Isso é algo em que a Nintendo, ao trazer essa experiência de alta qualidade para o consumidor, está muito focada e conciente. Portanto, o resultado final é: tentar fazer isso com alta qualidade e a complexidade envolvida na localização, estes são os maiores obstáculos", complementou.


Ainda que já tenham sido vendidos no Brasil de forma oficial anteriormente, jogos first-party de console da Nintendo nunca contaram com localização para o português brasileiro – o que inclui títulos do Switch e do 3DS. O mais perto que o público nacional tem disso são jogos para o Switch produzidos por outros estúdios e publishers, como Mario & Sonic nos Jogos Olímpicos de Tóquio 2020, da Sega.


Se levarmos em consideração apenas as iniciativas da própria Nintendo, os únicos jogos localizados pela companhia para o português brasileiro são títulos para smartphones, como Super Mario Run, Mario Kart Tour e Fire Emblem Heroes.


Esses jogos, aliás, são parte da explicação do porque a Nintendo já listou algumas vagas de emprego pedindo por tradutores de português brasileiro no passado. Questionado sobre o tema, van Zyll explica que a Nintendo tem "várias áreas" que precisam de tradução para língua nacional – e que isso não necessariamente significa que jogos localizados já estão em produção.


"Uma tem a ver com o serviço e suporte técnico", explicou, em referência à estrutura que a Nintendo está montando no Brasil para a chegada oficial do Switch Padrão. "A outra tem a ver com quando você vê o material embalado, os ativos da arte, a comunicação com o consumidor – isso é outro componente. E então, você também tem os jogos para celular".


"Pode não ser o jogo em si, no console, mas têm outras áreas que precisam do português brasileiro, e é isso que vocês estão vendo”, pontuou.


 

edsonh

Novo membro
Rumores de que o Switch ganhará uma nova versão com suporte para resolução 4K no futuro ganharam mais força nesta quarta-feira (09), com uma nova reportagem da Bloomberg sobre a produção do console da Nintendo.


Segundo a publicação, a empresa já estaria pedindo a desenvolvedores de jogos do console que preparem seus jogos para o 4K, sugerindo que um upgrade do hardware do console está a caminho. (...)

 

edsonh

Novo membro
A Nvidia estaria quase finalizando um acordo com o SoftBank Group para adquirir por mais de 40 bilhões de dólares em dinheiro e ações a ARM Holdings, empresa especializada em processadores para dispositivos como celulares e o Nintendo Switch.

O rumor já havia sido publicado em julho pela Bloomberg agora é atualizado por uma reportagem do Wall Street Journal. Segundo o texto, as negociações devem ser encerradas nesta semana se houver um consenso quanto ao valor.

O Softbank Group adquiriu a ARM por 32 bilhões de dólares em 2016. Além da ausência de detalhes, a própria existência da negociação tem sido mantida em segredo pelas companhias envolvidas.

 
Top