• Olá, o tema escuro já está disponível no HT Fórum. Para usar, basta ir no final da página e clicar em (Prisma), em seguida selecione o (modo escuro) ou (modo azul).

Gerador Termoelétrico Experimental

Jonas Paulo Negreiros

Membro ativo
13/10/20
331
193
43
Fizemos alguns testes com uma célula Peltier, utilizada em bebedouros e refrigeradores de cerveja automotivos.
Em vez de usar a célula para refrigeração, ela foi utilizada para produzir o efeito Seebeck.


Os resultados parecem promissores.

Para saber mais:
 

Jonas Paulo Negreiros

Membro ativo
13/10/20
331
193
43
Geradores Foto-Elétricos são muito mais eficientes que os geradores por efeito Seebeck.

Mas, não funcionam à noite ou em dias de chuva :oops: ...

Aí vai uma aplicação interessante:

Gerador Termoelétrico de Emergência


gerter10.jpg




Gostaram ?
 

Jonas Paulo Negreiros

Membro ativo
13/10/20
331
193
43
Gerador Termoelétrico - Novos Testes

gerter10.jpg


Baseado na sugestão da postagem anterior, fizemos os primeiros testes de geração termoelétrica com um único ferro de passar.

Utilizamos como dissipador cerâmico uma pedra de mármore quadrada e um ferro de passar automático a vapor. Todos os testes formam feitos sem água na caldeira.

t110.jpg


A célula Peltier é posta sobre a pedra de mármore com pasta térmica de silicone. A base do Ferro é igualmente besuntada com essa pasta.

Notar que há um resistor de carga (cilindro verde) de 33 ohms, 10 watts, ligado à célula Peltier. Através de dois jacarés, a tensão desenvolvida na circuito é medida por um voltímetro de tensão contínua.

Por um azar de experimentador, quando ajustamos o ferro de passar para "linho", ultrapassamos o limite de temperatura de soldagem da célula e os fios dos terminais romperam-se. Pacientemente, ressoldamos os terminais da célula.

O ponto de fusão de uma solda com 60% de estanho e 40% de chumbo acontece nessa faixa:

183 graus Celsius = sólido
189 graus Celsius = líquido

Conclusão, descobrimos o limite de exposição da célula Peltier da fórma mais trágica possível :oops: ...

Ressoldados os terminais da célula, continuamos os testes.

t210.jpg


As leituras de geração de tensão foram feitas com o ferro descansando sobre a célula sem pressão adicional.

As leituras foram as seguintes:

Ajuste para tecido acetato/acrílico: 0,6 volts a 0,65 volts sobre 33 ohms;
idem, nylon/seda: 0,65 volt a 0,70 volt sobre 33 ohms;
idem, poliester: 1,0 volt a 1,1 volts sobre 33 ohms;
idem, sintéticos mistos com algodão: 0,9 volt a 1,6 volts sobre 33 ohms;
idem, lã: 1,1volts a 1,7 volts sobre 33 ohms;
idem, algodão: 1,25 volts a 1,7 volts sobre 33 ohms.

Notar que o valor máximo de tensão para tecido de lã ou algodão foram os mesmos.
A provável explicação é que a temperatura da pedra de mármore começou a subir, de modo que o "delta t" entre a face quente e fria da célula Peltier começou a diminuir.

O experimento demonstra a viabilidade de produção de energia termo-elétrica.
O grande desafio dos projetistas é encontrar um meio de estabilizar a temperatura do gerador de calor, em nossa sugestão um ferro de passar a carvão, permitindo máximo desenvolvimento de potência sem o risco de danificar a célula Peltier.
 
Última edição:
  AdBlock Detectado
Olá, detectamos um bloqueador de publicidade em seu navegador, para ajudar o HT Fórum a permanecer no ar, desative o bloqueio para este site. Não pedimos doações ou fazemos qualquer cobrança, então desativando você faz sua contribuição :)