Bem-vindo!

Ao se registrar conosco, você poderá discutir, compartilhar e enviar mensagens privadas com outros membros de nossa comunidade.

Inscreva-se agora!
  • Olá, o tema escuro já está disponível no HT Fórum. Para usar, basta ir no final da página e clicar em (Fluent), em seguida selecione o (Fluent V2 Dark).

Carro Elétrico: Como Transformar um Limão numa Limonada

Membro conhecido
Oct
593
317
Mobilidade Elétrica:

Como transformar um limão em limonada

Problemas de Mobilidade Elétrica - Página 3 Caraco10

Nessa altura dos debates sobre mobilidade sustentável, a maioria dos interessados conhece muito bem as vantagens e desvantagens do carro elétrico.

A transição energética enfrenta o dilema do ovo e da galinha:
Sem infra-estrutura, o carro elétrico não se viabiliza. Se a adesão ao carro elétrico é baixa, não se investe em infra-estrutura.

Mas o que a maioria não considera que o petróleo, pelo crescimento contínuo do custo de mineração, fatalmente deixará de ser fonte primária de energia para atender exclusivamente a indústria petroquímica, aplicada em fins mais nobres.

Mas, como vencer tantos obstáculos?

Soubemos recentemente que a Hertz, lider mundial em locação de veículos, vai se desfazer de uma frota de 20.000 carros elétricos, pela baixa adesão de seus clientes para esse tipo de transporte particular.

Bem, agora vem a maquinação.

Tomemos como exemplo a Rodovia Rio - São Paulo, a qual totaliza uma distância de 416 km. Arredonde-se essa distância para 420 km.

A cada 70 km, teríamos um posto logístico. A viagem completa entre Rio e São Paulo dependeria de uma infra-estrutura de seis postos logísticos. E mais seis para a viagem de retorno...


Como seria o carro elétrico?

De preferência, uma van para seis passageiros, de modo a reduzir o custo da viajem por pessoa. Essa van seria padronizada e despojada de ítens de luxo. A autonomia da van poderia ser de 100 km, a fim de reduzir o peso-morto da bateria, aumentar a tolerância de distância entre postos de abastecimento, garantir uma reserva emergencial energia e, lógico, permitir que o tempo de recarga seja reduzido substancialmente.
Naturalmente, poderá haver também vans para o transporte de carga ou uso misto. Essa seria uma forma de concorrer com os pesados caminhões e ter uma fonte extra de faturamento.

Como seria os postos de logística?

A idéia é fazer a baldeação dos passageiros das vans em cada posto logístico. Os passageiros chegam ao posto, deixam a van parcialmente descarregado, tomam uma van completamente carregada e seguem viagem. Podem também aproveitar o posto para tomar um cafe ou para fazer uma parada estratégica nos sanitários.


Um posto de logística deve contar com duas estruturas de carga de baterias. Essas duas estruturas lembram dois prédios de estacionamento em caracol. Os dois caracois são ligados entre si no topo, de modo que as vans fazem sentido único de entrada e saída nesses dois prédios. Ao longo da espiral dos dois caracois, deve haver centenas de pontos de abastecimento com tomadas móveis, de modo que os carros vão seguir automaticamente o percurso de subida e descida dos caracóis durante o ciclo de carga. Em caso de pane, será necessário um desvio de rota alternativa.


O posto de logística deve contar com um número razoável de manobristas, que além de fazer o óbvio, fará uma inspeção geral no veículo, principalmente na situação dos pneus e freios antes de estacionar a van no posto de carga. Para tanto, antes da van entrar no estacionamento, terá uma pista circundante nos caracóis para que a vistoria seja feita.

O posto de logística deve contar com todos os meios de captação de energia, seja solar ou eólica, além da obtenção de energia elétrica pública, fornecida pela concessionária mais próxima. E, por questão de segurança, contar com um grupo de geradores diesel para não interromper sua função.

A área do posto de logística deve ser suficientemente grande para o crescimento da demanda, isto é: planejada para a construção de novos caracois.

Por último, um sistema de socorro técnico e guincho para os viajantes.

Gostaram?

Quem estaria disposto investir nesse empreendimento? Cariocas e Paulistas vão adorar a idéia!
 
Última edição:
Top